domingo, 1 de fevereiro de 2015

IGUAL À MINHA MÃE

Sempre que por qualquer motivo telefono à minha filha e ela não atende fico logo preocupada. E se volto a ligar e ela continua a não atender então na minha cabeça começa logo um filme de terror.
Mas porque é que não penso que ela anda às compras ou está a ajudar a filha afazer os trabalhos da escola ou está com amigos? Não senhor, fico logo numa angústia que não vos conto. Estou ficando igualzinha à minha Mãe.

6 comentários:

Lete disse...

É mesmo, Montana! Somos mães sempre, e acho que somos todas iguais!
Beijinho e fica bem, não há-de ser nada, acredita!

Crocheteando...momentos! disse...

Montana...mãe é assim mesmo e essa é a grande gratificação que avida nos deu!!!
Passarei mais vezes!

O meu pensamento viaja disse...

E estás igualzinha a mim! Somos todas iguais.
Beijinhos

Minha vida de campo disse...

hahah adorei. Eu também tenho feito coisas que minha mãe fazia. Adorei seu blog.
Tenha uma ótima semana.
Anajá

Liliane de Paula disse...

Sou igual, Montana.
Acho que todas as mães são iguais.

Ana Maria Braga disse...

Muda só o nome da mãe, pois as atitudes são as mesmas, Montana.
Já fui pior, hj estou um pouquinho mais "light".
Já consigo ir dormir tranquila sem as filhas terem voltado para casa (já são adultas).
Notícias ruins chegam rápidas. Experiencia própria.
Bjs e boa semana.