sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

FRIO ?

Sim está frio mas pelo menos aqui na zona, acho que é um frio normal para o mês de Janeiro.
As noites e as madrugadas são bastante frias mas se não precisarmos andar fora de casa a essas horas escapamos bem ao frio. Claro que convém vestir uma roupa quente mas como o sol tem estado sempre presente a temperatura entre as 11 H e as 16 H é bastante simpática. Agora uma coisa que não faço (e eu gosto imenso de sol) é apanhar sol numa esplanada , ou junto ao mar ou noutro sítio qualquer. Enquanto estou a andar claro que apanho o sol e até fujo das zonas sombrias, essas muito mais frias, mas ficar sentada ao sol nem pensar. Já a minha avó dizia que o sol de Inverno é traiçoeiro. Meio caminho andado para uma gripe.  E se  ela (gripe) tiver que aparecer que pelo menos eu não me sinta culpada por isso.

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

O NATAL ACABOU

Mal começa o Novo Ano e a vontade de desfazer a árvore de Natal e guardar as decorações natalícias é mais do que muita. Ainda assim espero até ao Dia de Reis  e passado esse dia toca a desfazer e arrumar tudo no sítio de costume.
Ontem foi o dia.
Gosto das decorações, gosto de tudo o que faz lembrar Natal, mas é uma coisa que facilmente me cansa.
Agora a minha sala voltou ao que era. Do Natal restam apenas as Flores de Natal que continuam bonitas e alegram este espaço onde gosto de estar.
As mantas também vieram ocupar um lugar no meu sofá. Está frio e à noite uma mantinha nas pernas dá um grande conforto.
Por falar em frio, hoje quando me levantei (7 H da manhã) lá foram estavam 5 graus. Depois o sol chegou e felizmente a temperatura foi subindo. Daqui a bocado volta a arrefecer. Mas é Inverno. Os dias esses sim, estão lindos um céu azul e um sol radioso.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

CONSTATAÇÃO

Só há muito pouco tempo (quando estava a tratar dos menús para as refeições do Natal) me apercebi que quase não consumo carne.
Não foi um desejo, nem uma promessa, nem sequer conselho médico embora muitas vezes me fosse dito para evitar carnes vermelhas. Mas não foi nada disso e sinceramente nem sei como aconteceu. Só sei que foi muito lentamente e que nem dei por isso. Não me tornei vegetariana, continuo a comer carne (sem culpas nem remorsos), apenas foi uma coisa que deixou de ser diária, depois semanal e até pode chegar a ser mensal. 
Como foi muito lentamente e quase inconsciente não sei dizer se o meu organismo beneficiou ou não com esta alteração na minha alimentação. 
Passei a comer muitas sopas de legumes, se tenho sopa acabadinha de fazer sou menina para lanchar um prato de sopa, principalmente agora que é Inverno.
Agora que tomei consciência deste quase não consumo de carnes, vou manter o que tenho feito até agora.
A carne não será abolida totalmente da minha alimentação. Sempre que me apetecer uma canja, um frango assado ou até mesmo uma feijoada não hesitarei em comer até porque se há coisas que não gosto é de radicalismos.
Portanto isto não é uma promessa de ano novo. Apenas uma coisa a manter.
E se há algumas coisas a mudar ou a acrescentar na minha vida, gostava que fossem assim, devagarinho, sem pressões e quase sem dar por isso. E depois chega o dia que nos apercebemos que houve uma mudança e que não custou nada.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

FELIZ 2019

Muita saúde, muita paz e muita alegria.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

CONTINUAÇÃO DE BOAS FESTAS

O tempo voa. Ainda há pouco andava atarefada nos preparativos para o Natal e esses dias já se passaram num abrir e fechar de olhos. Todos os anos sinto o mesmo.
Foi um Natal bom passado com a família. E quando há crianças tudo é mais doce e alegre. As tristezas, que também as há, ficam bem escondidinhas e aproveitamos o melhor possível o que a vida nos oferece de bom.
Para quem me lê continuação de umas Festas Felizes.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

FELIZ NATAL

Para todos os meus amigos umas Festas Felizes, junto das vossas famílias e amigos. 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

NATAL

Já faltam poucos dias para o Natal.
Tenho vindo a organizar as coisas de maneira a ter tudo tratado quando a família chegar e não andar a perder tempo em supermercados.
Fiz uma lista das refeições que tenciono fazer e fui comprando o que fazia falta. Tudo nas calmas e sem confusões.
Claro que ficam sempre umas coisas para comprar mais próximo da data mas assim é muito mais fácil.
E no Natal o  mais importante é mesmo a companhia da família e passar tempo de qualidade sem o stress das compras.