quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

ISTO ESTÁ BONITO...

Acabei de limpar a cara, tonificar e hidratar.
Mas não sei se hidratei com o creme de dia ou de noite.
E não me apetece repetir a operação.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

sábado, 23 de fevereiro de 2013

MAS QUEM DISSE QUE FIM DE SEMANA É IGUAL A DESCANSO

O que fiz hoje:
Limpei;
Arrumei;
Cozinhei;
Passei a ferro;
Fiz compras;
Descanso? Tirando a hora de cabeleireiro, só
ao fim da tarde é que me sentei.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

FIM DE SEMANA

Mais um fim de semana, este acompanhado de chuva
e frio. Bom para ficar por casa.
Só que já estou um bocado cheia do Inverno.
Apetecem-me dias quentes e passeios à beira mar.
(Para não falar das idas à praia).
Bom, mas como não posso mudar as estações do ano,
o melhor é sorrir e tirar o melhor partido destes dois
dias de descanso.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

VENTO

Está uma ventania por estes lados que nem imaginam.
Ou talvez sim. Para nos fazer lembrar que estamos no
Inverno. E parece-me que também chove. Detesto este
tempo.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

E


A "menina"  (minha filha) que escreveu o post abaixo
ainda consegue tempo para fazer estes "bolinhos".

sábado, 16 de fevereiro de 2013

A VIDA TAL COMO ELA É

Maternidade na óptica do utilizadorMaternidade na óptica do utilizador: gerir uma família completa em "part-time"
Sábado, 16.02.13
"Escrevo, as miúdas já dormem e estou novamente sozinha com elas. Esta semana foi boa: com a Terça-feira de Carnaval tivemos o pai connosco mais 2 dias!
Elas já estão habituadas às ausências que têm sido cada vez mais prolongadas, não só fruto da profissão que escolheu, mas também desta crise que obriga a uma presença fisica constante nos poucos sítios onde ainda há indústria. Habituadas ou não, não impede a pequenina de 2 anos de perguntar vezes sem conta pelo pai e, a mim de responder, “O pai não está!”. Numa das últimas ausências de 2012, ele voou até aos Açores e eu respondi que “O pai foi no avião!”, certinho, durante o mês seguinte a pergunta pelo pai era seguida por um “’Tá no ‘vião?”. Habituadas ou não, não impediu a grande de 5 anos de acordar a chorar com saudades do pai – nada que um telefonema não ajude a resolver; ou de o esmagar com carinhos quando ele volta de mais uma semana de ausência.
Lá em casa temos pai ao fim de semana. Com sorte ainda o apanhamos Segunda-feira. Nos restantes dias está fora. É fácil? Não é. Tudo se faz, mas é muito mais fácil fazer a dois. E muito mais agradável, pois claro.
Durante a semana eu trabalho e chego a casa pelas 18h30 depois de ir buscar as meninas à creche. Dou-lhes banho, invento qualquer coisa para o jantar. Aturo as birras, brinco, arrumo brinquedos, vejo a tv delas (Disney e Panda). Deito-as cedo e fico com elas até adormecerem, depois da hora de ponta do final do dia. Só depois tomo banho e trato de mim. De manhã levanto-me às 6h e deixo-as na escola por volta das 8h. Visto-as, lavo caras e dentes e penteio cabelos. Há mais birras, (porque não quer aquelas calças!!!). Faço/dou pequeno almoço. Apresso para sair. Normalmente não nos atrasamos. No meio desta rotina as saudades são compensadas com telefonemas ao final do dia. Telefonemas com sabor a tristeza e cansaço.
Na ausência do pai, por vezes fazemos coisas de meninas e brincamos aos cabeleireiros ou pintamos as unhas. Mas, invariavelmente, sinto que o tempo é curto para eu sozinha fazer tudo o que gostaria. E ele sente que o tempo que está connosco não chega para tudo o que merecemos em família.
Somos uma família completa em part-time, creio que as há por aí aos montes! No fim de contas até temos sorte. Estamos juntos todos os fins de semana! Durante a semana é um contar de dias até estarmos todos juntos a fazer aquilo que mais gostamos.
Não pretendo gerar tristeza ou melancolia, atenção. As coisas são como são e temos de as enfrentar. Antes isto do que termos um pai 100% do tempo em casa, desempregado. Antes isto do que qualquer tipo de doença. Comigo as coisas são pão-pão/queijo-queijo, mas, esta noite a bebé acordou a chorar, o pai levantou-se para a ir ver, eu para ir buscar o medicamento para aliviar a dor de ouvido e dei comigo a pensar como é muito mais fácil quando estamos os dois. E amanhã já vou ao otorrino sozinha com as duas!
O que é que me facilita a vida...
Durante o fim de semana preparar logo uma ou duas refeições para durante a semana / durante a semana fazer refeições de rápida preparação que elas comam bem.
Preparar sempre a roupa delas de véspera. Também devia preparar a minha, mas nem sempre o consigo fazer.
Ter calma, mesmo quando trabalham por turnos no sector das birras e teimosias.
Brincar com elas e com as situações. Rir é o melhor remédio. E, muitas vezes, nada melhor que um pouco de gozo para acabar com situações frustrantes para todos!
Dica Quadripolar:

 Desenvolver um olhar de “mãe” (lembram-se aqueles que as nossas mães tinham e que nos tiravam o cavalinho da chuva quando nos iamos portar mal?). Aparentemente a minha filha mais velha já responde a isto. Muito eficaz quando estamos em lugares públicos!"

Sara Santos- mãe da P. e da A.
Tags:
maternidade na óptica do utilizador
Pólo Norte
comentar favorito
Este texto foi escrito pela minha filha, no blog "maegyver.blogs.sapo.pt" gerido pela Polo Norte.
Tinha de publicar.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

UM "CHEIRINHO" A PRIMAVERA

Bom fim de semana.
E aproveitem o sol de sábado porque no domingo
volta a chuva.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

"CROCHET"

Toalha de cozinha feita a partir de panos de cozinha.
Tenho esta toalha já há muito tempo. Foi feita no trabalho
nos intervalos da hora de almoço. Nessa época tinha uma
colega que aproveitava todos os bocadinhos para fazer
crochet.  Depois outras colegas seguiram-lhe o exemplo.
 Com tanta gente a crochetar até ficava mal eu estar de
 mãos a abanar, ou seja não fazer nada, de maneira
que também me entusiasmei e juntei-me ao grupo.
Das mãos das minhas colegas saíram coisas bonitas. Das
minhas apenas uma data de panos de tabuleiro e de cozinha
com uma rendinha à volta e duas toalhas feitas a partir de
panos de cozinha. Estas toalhas apenas as uso na cozinha.
A minha cozinha é espaçosa e tenho uma mesa para refeições
no dia a dia. Hoje foi o dia de colocar esta toalha.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

TÃO BOM

Chegar a casa tomar um banho vestir um pijama quente
e confortável e não ter que ir para a cozinha tratar do
almoço do dia seguinte.
Pois é, amanhã fico em casa. A empresa foi generosa e
deu o dia. É tão bom um feriado a meio da semana!
E como fico em casa, hoje não tive que me preocupar com
as coisas do dia seguinte. Porque umas das coisas que me
custa é chegar a casa, muitas vezes cansada e ainda ir tratar
do almoço e orientar tudo para o outro dia.




domingo, 10 de fevereiro de 2013

Malassadas

Na Madeira pelo Carnaval comem-se sonhos e malassadas.
E esta tarde só penso em malassadas.
Então porque não as fazes?
Porque nunca fiz e apesar de ter andado a pesquisar receitas
na net não me apetece ir besuntar a cozinha com experiências
gastronómicas.
É isso, não me apetece ir sujar a cozinha com massas e fritos.
Se na terça-feira de Carnaval não trabalhar vou tentar, mas
enquanto faço o almoço. Assim não tenho de limpar duas vezes
a cozinha.
Nota: Na Madeira os sonhos e malassadas comem-se
acompanhados com mel de cana em vez de açúcar.


sábado, 9 de fevereiro de 2013

COISAS QUE ME CUSTAM A PERCEBER

Pessoas que dizem odiar o Carnaval, eu até posso
perceber que não lhe achem piada, mas daí a odiar?
E se odeiam assim tanto têm uma solução fácil, é não
irem para os sítios onde se festeja o Carnaval.
Se não forem para a zona onde passam os cortejos
de certeza que não são incomodadas e até podem
esquecer que existe Carnaval. Eu confesso que já
gostei mais, quando era nova e que ia para os bailes
e assaltos e divertia-me  imenso, agora já não faço nada
disso mas continuo a gostar.
O mesmo em relação ao dia dos namorados. Foi uma
data que nunca festejei, no meu tempo de menina e moça,
essa moda ainda não tinha cá chegado, mas não me
incomoda. Só festeja quem quer, por isso não vejo porque
não gostar.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

SUBSÍDIOS/DUODÉCIMOS

Porque decidi receber a metade dos meus subsídios em
duodécimos? Ora porque se os euros estão bem na conta
da empresa, ainda estão melhor na minha conta bancária.
Por outro lado quem melhor do que eu para gerir o meu
dinheiro? Portanto passamos a receber e a gerir como se
ele (dinheiro) ainda estivesse na conta da empresa, só que
em vez disso está na minha conta.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

SE CALHAR O MÊS VAI SER BOM

Sem despesas extras, que assim à primeira vista não me
parecia que fossem haver. Pois isto era eu a pensar, mas
para me contrariar a Sra. D. Televisão achou que já tinha
trabalhado muito e que estava na hora da reforma. 
E se por um lado fiquei aborrecida (ninguém gosta de gastar
dinheiro desnecessário por outro foi um alivio. É que eu estava
farta daquele "mostrengo" na minha sala. Explico, quando 
decidimos comprar a tv. estipulamos um valor. O marido foi
fazer a compra e eu descansada da vida , afinal os homens é
que percebem destas coisas. Pois bem, quando cheguei a casa
ia tendo uma coisinha má. Aquilo não era uma tv, aquilo era um
monstro de grande. Mais um pouco e não cabia na estante.
Quando me queixei do tamanho, obtive a resposta: Então era 
para comprar uma até X, como esta custava esse preço comprei.
Penso que se houvesse uma ainda maior pelo mesmo preço teria
 vindo, nem que fosse para ficar em cima da mesa de jantar
(isto digo eu). E como não sou pessoa de comprar coisas só por
comprar, e como a dita cumpria as "suas obrigações" lá foi ficando
com o "mostrengo" na minha sala. Até ontem.
Amanhã já vou ter uma toda catita, mas desta vez não fui em 
conversas e fui verificar o tamanho e modelo. Não fosse vir uma 
cópia  da recém reformada.







segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

SEGUNDA FEIRA

Levantar-me a cair de sono.
Não saber o que vestir, perder tempo a pensar na
"fatiota" e depois vestir outra totalmente diferente.
Chegar ao trabalho e verificar que as chaves do
escritório e outras coisas importantes ficaram noutra
carteira.
Enfim....podia ser pior.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

SOL

A praia hoje.
Um dia de sol fantástico, mas frio.
Mas o passeio ao longo da praia soube-me a mel.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

FINALMENTE FIM DE SEMANA

                                   Cais do Porto Santo.

Parece que vai estar sol.
Aproveitem!