domingo, 30 de janeiro de 2011

EM FRENTE AO ROUPEIRO

Lá por ser domingo e não ir trabalhar não tenho a
vida facilitada no que diz respeito a trapinhos.
Hoje de manhã olhava e tornava a olhar para o
roupeiro e simplesmente não me apetecia  vestir
NADA.
- Bom o melhor é ficares de pijama, tens o problema
resolvido. Mas não, pijama depois das 11H da manhã,
para mim torna-se desconfortável.
Depois de olhar e voltar a olhar tirei umas calças de
ganga, (que até gosto, mas não me apeteciam e uma
camisola quentinha, arranjei-me e lá fui andar, ver a
praia e o mar, apanhar sol (estava frio mas um dia
bonito ) e tomar um cafézinho, que isso sim apetecia-
-me.
E o que é que me apetecia vestir? Um vestido de verão
e umas sandalocas, pois claro.

sábado, 29 de janeiro de 2011

DO TRABALHO

Hoje o meu dia de trabalho foi passado ao lado de
agentes da GNR e da Segurança Criminal.
Houve assaltos a moradias no meu local de trabalho
e passei o dia a acompanhá-los ás diversas casas
afim deles poderem fazer o seu trabalho.
Pelas conversas mais uma vez fiquei com a certeza
de que não têm uma vida fácil. E na maior parte das
vezes trabalham muito e muitas vezes arriscam a pró-
pria vida. E depois de um dia stressante com muitos
telefonemas e relatórios pelo meio agora estou em
casa e só penso em assaltos e roubos e falta de
segurança. Acho que vou ter pesadelos esta noite.
Ah e o ladrão ou ladrões não roubaram nada,
vandalizaram muito  e aparentemente andavam á
procura de comida.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

AMANHÃ É FIM DE SEMANA

Com este tempo frio aproveitem para descansar, ler um livro ou
ver um filme. Se não chover também é boa opção dar um passeio,
quem mora perto do mar pode fazê-lo á beira-mar, tomar um café
num sitio simpático e depois voltar para o conforto que a nosa
casa sempre nos oferece.
TENHAM UM BOM FIM DE SEMANA.
.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

VESTIR; VESTIR; VESTIR.....

E veste uma e mais uma e mais outra camisola e
mais isto e mais aquilo. E tem sido assim todas as
manhãs. Porque quando digo que o frio me dá energia
refiro-me a uma caminhada ao longo da praia e depois
regressar a casa para o quentinho. Agora passar 8H no
meu local de trabalho a gelar, aí já é outra coisa. E como
não gosto de me sentir gelada é vestir roupa e mais roupa.
Hoje os meus braços estavam GORDOS. E eu sentia-me
um CHOURIÇO. Mas prefiro isso ao desconforto do frio.

domingo, 23 de janeiro de 2011

DIAS FRIOS

Nestes dias de frio gosto de vestir um casaco
quente e confortável e ir passear na marginal
ao longo da praia. Gosto de ver o mar revolto,
e as gaivotas na areia.
O frio (tal como o sol) dá-me energia.

DOS VOTOS

Já fui votar.
Apenas para cumprir o meu dever de cidadã, porque
verdade verdadinha nnenhum candidato me satisfaz.
Sendo assim o meu voto , foi um voto de protesto.
Porque se houvesse uma segunda volta, eu teria votado
num outro candidato, por outro lado se este candidato
a quem eu dei o meu voto tivesse a mais pequena hipótese
de ganhar também não teria o meu voto. Se gosto destes
jogos? Não, não gosto, mas também não dou o meu voto
a quem em meu entender não merece. E assim se vota neste
país. Uns porque gostam do avózinho, outros por isto e outros
por aquilo.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

QUANDO A CABEÇA NÃO PENSA

Sempre ouvi, quando a cabeça não pensa bem, mais
tarde o corpinho é que paga. Nada  mais certo.
Ora, quando eu acabei o liceu se tivesse feito como
algumas das minhas colegas que foram para o Magis-
tério Primário, ou tivesse tentado arranjar trabalho
numa Entidade Bancária ( na altura era fácil) hoje já
estaria de "rabinho sentado" a gozar uma reforma, não
digo milionária, mas suficiente para uma vida confortá-
vel (sem luxos) e com uma ou outra viagem pelo meio.
Mas não,  aqui a tonta resolveu ir para Turismo. Ah Turis-
mo é tão giro e divertido e tudo e tudo.
Era giro e tudo e tudo. Agora aguenta. E trabalha. Que
para estes lados o raio da Reforma ainda vem longe.
Ai se tivesses pensado com essa cabecinha. Hoje também
já estarias no descanso merecido.

domingo, 16 de janeiro de 2011

FOLARES JÁ????

O Natal já passou. O dia de Reis também.
Manda a tradição que no Santo Amaro se limpem os armários
e se acabem com as sobras.
Não importa, para os gulosos a melhor pastelaria cá da zona
já tem folares á venda.
E a Páscoa é só lá para Abril. Estarei enganada? Será que os
folares são tradicionais no Carnaval? Mas mesmo assim sendo
o Carnaval é só em Março. Ai esta minha cabeça, estou bara-
lhada. Mas Março/Abril não é demasiado cedo? Cá para mim
as coisas só têm piada nas datas certas. Mas isto sou eu.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

DO TRABALHO

Reuniões e conversas.
Nem bom nem mau.
Aguardam-se novidades nos próximos tempos.
E tenho dito.

domingo, 9 de janeiro de 2011

AMANHÃ

É dia de regressar á "vida dura".
Se bem que passar uma semana entre a cama e o
sofá e sem forças para nada não seja de todo agra-
dável. Já estou bastante melhor, mas sinceramente
acho que preciva de mais 2 ou 3 dias para ficar a
100%.
Mas pronto amanhã regresso ao trabalho e ás chatices
do dia a dia.
Sinceramente não me lembro de começar um ano tão
desmotivada. E não tem nada a ver com a gripe. Antes
disso eu já bastante desmotivada. E graças a Deus não
me posso queixar do 2010, a tal ponto que digo com
todas as letras, se o 2011 não for melhor para mim e
para os meus que seja igual a 2010.
Que precisava de mais tempo para mim, precisava.
Que precisava de férias para descansar mesmo,
precisava.
Mas nem sequer é isso, é a falta de paciência e se
calhar a PDI que anda aqui a chatear-me.

sábado, 8 de janeiro de 2011

PÃO-DE-LÓ

O pão-de-ló que vou levar par o chá da Mariinha.
Do blog "Uma Mansarda em Lisboa"

CONSTATAÇÃO DA MANHÃ

Acordar por volta das 8H com uma trovoada mesmo
"por cima da cabeça" não é de todo agradável.
Oh São Pedro, isso não se faz. E que tal mandar
um solinho em vez deste tempo miserável?

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

AINDA EM CASA

Ainda em casa (não, não meti baixa médica apenas tenho a
justificação das faltas, pelo que estes dias ou são-me retirados
das férias ou no fim deste mês tenho menos uns EUROS no
ordenado) a recuperar do raio da virose que me deixou quase
de rastos. Agora já estou um pouco melhor, mas não tenho
feito nada, passo o dia de pijama simplesmente a descançar
que é aquilo que o meu corpo pede. Espero e penso que
segunda feira (ainda faltam uns dias), já estarei capaz de voltar
ao trabalho a sem riscos de recaidas. Porque segunda a minha
médica estas viroses se não forem bem curadas podem dar
origem a recaidas aí sim muito mais graves e eu ainda por
cima tenho o problema da diabetes.
Portanto neste momento encontro-me a poucas sopas mas
muito chá e muito descanso.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

EM CASA

Estou um pouco melhor mas também estou medicada.
Ontem estava mesmo mal, logo que possivel fui ao mé-
dico e mesmo medicada e tudo estava péssima,
passei o dia na cama meia a dormir, meia acordada
com apetite zero e completamente sem forças.
Hoje sinto-me um pouco melhor, mas sem forças e
a ordem do médico é mesmo descansar. E é isso
que tenho feito.
Ah e no meio desta falta de apetite toda a única coisa
que me apetecia era uma canjinha. E fazê-la? Eu não,
que não tenho forças para isso.

domingo, 2 de janeiro de 2011

CHÁ E MAIS CHÁ

Chá e cama, cama e chá assim têm sido estes dois últimos
dias. Esta porcaria desta constipação/gripe (sei lá o que isto
é) tem vindo a piorar e se ontem já não me sentia nada bem
hoje estou bem pior. Ainda tentei ir ás urgências mas cheguei
lá e vi tanta gente uns piores outros melhores do que eu  e
todos enfiados numa sala minuscula, acabei por desistir, acho
que com o tempo de espera lá enfiada ainda ia ficar pior. Acabei
por ir á farmacia e deram-me uns comprimidos para a gripe,
estou a tomar e pior não estou, mas também dormi toda a
tarde. Agora levantei-me para comer qualquer coisinha, o
apetite não é nenhum ,ou seja eu sinto fome mas mal toco
na comida fico logo cheia.
Amanhã se não estiver melhor vou tentar uma clinica privada
que isto das urgências não dá mesmo.
E amanhã é dia de trabalho e não me convinha nada faltar.
Era bom amanhã já me sentir melhor mas a verdade é que
me dói o corpo e sinto um cansaço como se tivesse ido
correr a maratona do S. Silvestre.