domingo, 25 de maio de 2008

PANDORA

Recebi uma, não é igual á da imagem, pois ainda lhe faltam muitas peças
(só tenho duas) mas também o engraçado é ir fazendo a pulseira aos
poucos, procurando as peças e comprando para assinalar momentos
especiais. Estou toda contente com a minha "Pandora".Obrigada S.
gostei mesmo muito.

DIAS DE DESCANSO

Juntei 2 dias de folga mais o feriado mais 2 dias de feriados trabalhados
e consegui uns diazitos para ir até á capital visitar a S. e a P. Como sem-
pre foram uns dias bem passados, mas desta vez ainda foi melhor pois a
S. tirou 2 dias de férias e passamos bastante tempo juntas. Deu para con-
versar, passear e fazer algumas comprinhas (a nossa perdição), e só não
passeamos mais porque o tempo continua a fazer "cara feia".
A P. está crescida linda e esperta. É muito meiguinha e tenho imensa pena
de não ser avó a tempo inteiro. Gostava de estar mais perto dela e de a
acompanhar mais, mas as coisas são como são e já é bom eu conseguir
vê-la quase todos os meses. Cheguei ontem e já estou cheia de saudades.

domingo, 18 de maio de 2008

DEPOIS.....

O sol escondeu-se, o céu cobriu-se de nuvens escuras e o
tempo voltou a ficar frio e desagradável.
Mesmo assim quando fui dar a minha caminhada ainda
encontrei uns quantos valentes que animados com o ini-
cio de uma manhã bonita tinham ido até á praia. Coitados
vinham todos de volta, embrulhados nas toalhas que o
tempo não estava para camisolinhas de verão e afins.
Para contrariar isto, a minha bunganvília (apesar de pou-
co desenvolvida, está num vaso na varanda) está toda
florida e diz-me que é Primavera.

DE MANHÃ .....

Quem se levantou hoje cedo pôde ver o que é
uma manhã de Primavera. Temperatura amena,
sol brilhante e um céu completamente azul.

sexta-feira, 16 de maio de 2008

PROCURA-SE ....

Aonde está a Primavera?
Procuro urgentemente a Primavera pois já não suporto
estes dias tristes, chuvosos e desagradáveis que mais
parecem dias de Outono, esses sim que quando na esta-
ção certa até podem ter o seu encanto.
Agora preciso de sol e calor, de poder jantar e ler na mi-
nha varanda e de começar a minha praia.
É que já nem sei o que hei-de vestir. Ainda hoje no trabalho
todo o dia senti-me desconfortável ,ora com frio, ora com~
calor, pois além do dilema matinal de nunca saber o que vou
vestir ainda tenho de pensar no factor tempo.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

AINDA FÉRIAS


E TAMBÉM QUERO IR AQUI E COMER O MEU
PETISCO FAVORITO " LAPAS GRELHADAS"

domingo, 11 de maio de 2008

sábado, 10 de maio de 2008

FALTA DE TEMPO

Não sei o que se passa mas últimamente parece que o tempo
não dá para nada. Eu até tenho a vida bastante simplificada
cá em casa, somos apenas dois e a nível refeições é tudo do
mais simples, mas mesmo assim não me sobra muito tempo
livre. Em minha defesa digo que normalmente saio de casa
pelas 8.30H da manhã e regresso entre as 18.30H/19.30H,
mas isso é o que acontece a todas as mulheres que trabalham,
portanto o horário está dentro do normal. Depois é o chegar a
casa, é o banho, é o jantar, é o tratar das refeições para o dia
seguinte, é o tratar da roupa e quando dou por mim está na
hora da "caminha". Por sistema não gosto de me deitar tarde,
preciso no mínimo de 7 horas de sono, senão acordo cansada
e mal disposta.
Claro que no meio disto tudo ainda sobra um tempinho para
ver um pouco de TV, ler um livro, (há sempre um na mesa
de cabeceira)escrever no blog (ás vezes) e também de es-
preitar alguns blogs que por um motivo ou outro acho inte-
ressantes.
Mas cada vez mais admiro aquelas mulheres que têm empre-
gos com horários complicados, filhos e ainda chegam a casa e
têm tempo já não falo para as coisas ditas obrigatórias, mas
para aqueles extras como fazer bolos, trabalhos manuais etc
etc.
A propósito de livros acabei de ler "A SOMBRA DO VENTO"
do Carlos Ruiz Zafón. Sinceramente não sei que dizer do livro.
Achei-o um bocado cansativo, mas o final foi surpreendente.
É um livro para ir lendo, tanto pode demorar uma semana
como um mês, eu levei aproximadamente duas semanas.
Mudando de assunto o tempo continua mesmo chato, chuva
e algum vento, não se pode dizer que esteja frio, mas para
aproveitar a praia nem pensar, ainda não é este fds que vou
começar a minha época balnear.

domingo, 4 de maio de 2008

DIA DA MÂE

Hoje dia da Mãe senti muita pena por não poder
fazer aquele telefonema "Feliz Dia da Mãe".
Nos últimos dois anos já não o fiz pois as suas
faculdades mentais já não permitiam receber
telefonemas e também já não conseguia perceber
com quem falava, mas era diferente pois ainda
estava entre nós.
Hoje dia da Mãe, fica aqui a minha muita Saudade.

sábado, 3 de maio de 2008

DIA DE MISSA

Hoje é sábado e fui á missa.
Sou católica, fiz alguns dos sacramentos da igreja e mais ou
menos até aos 18 anos frequentei a igreja e ia á missa quase
todos os sábados ou domingos. Depois por preguiça, porque
hoje não dá jeito,logo vou para a semana foi deixando de ir.
Claro que o trabalhar aos sábados e domingos também não
ajudava muito. Nunca me zanguei com a igreja embora ques-
tione algumas coisas, mas a verdade é que se passavam anos
sem eu por os pés na igreja. No entanto fiz questão de baptizar
a minha filha. A comunhão foi outro dos sacramentos que quiz
que ela fizesse. Ela sem ser católica praticante também ja bap-
tizou a filha.
Eu desde o Verão passado,ou seja desde que a minha Mãe nos
deixou, tenho procurado ir á missa todas as semanas, não é
bem uma promessa, mas quando ela vinha para cá de férias
e ia quase todos os dias á missa e eu lhe perguntava, -O que
é que vai fazer todos os dias á missa?ela dizia -Vou agora por-
que depois de eu morrer ninguém vai rezar por mim. Eu ria-
me (para mim ela nunca ia morrer) e dizia: Se é por isso fique
descansada que eu vou.
E por isto voltei á igreja, a ouvir a missa e a rezar.