domingo, 6 de março de 2016

E OS MEUS DIREITOS?

Todos os cuidadores de idosos/doentes deviam ter direito a pelo menos um fim de semana mensal e a um mês de férias anuais ou 2 períodos de férias quinzenais. Como seria isto possível? Bastava que as unidades de saúde de cuidados continuados tivessem algumas vagas para este tipo de internamentos. Os doentes são bem tratados e em alguns casos a sua estadia lá até é benéfica para uma melhor qualidade de vida. 
Irrita-se solenemente quando se fala da não colocação do idoso num lar, mas não se fala no sofrimento a que o cuidador é exposto. Quando tudo acaba temos um cuidador exausto, com uma depressão e muitas das vezes a precisar ele próprio que alguém tome conta da sua vida. Porque foram muitos anos em que não houve vida, em que não houve nada.  Nisto não se fala. Fala-se apenas no bem estar e dos direitos do doente. 
Pois bem, está na hora de falar dos direitos do cuidador. E para ser um bom cuidador a pessoa tem que ter um mínimo de qualidade de vida, um mínimo de descanso, um mínimo de projectos.
Está na hora da Comunicação Social e dos Serviços Médicos pensarem nestas pessoas. E tratarem-nas como seres humanos, com as suas fraquezas e até com o seu egoísmo. Mas não será normal um ser humano sentir-se egoísta quando a sua vida se limita a cuidar de uma pessoa? 
Deixem-se de palminhas e elogios aos cuidadores. E de os chamarem "Capazes". Eu sou cuidadora, faço o que tenho a fazer e não sou uma Capaz. Nem quero palminhas.

Texto a propósito de um post sobre cuidadores no blog Maria Capaz. "Maria Capaz Blog"

4 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Querida, muito querida Montana!
Subscrevo cada palavra! Sei do que falas e presenciei atá há poucos meses, essa situação na minha família. Chega a ser desumano o sacrifício dos cuidadores. Há que denunciar, sim. Sempre e muitas vezes.
Um grande beijinho.

Lete disse...

Subscrevo plenamente!
Faço só uma pequena ideia do que estás a passar. Compreendo e lamento muito todo esse sofrimento. :(:(:(

Crocheteando...momentos! disse...

Eu assino por baixo pois como cuidadora que sou...sinto isso mesmo na alma e no corpo!!!
Boa semana e bj

Liliane de Paula disse...

Sabe o que é pior? Pelo menos aqui, Montana querida? É que quando se vai internar o idoso que precisa de cuidados especiais ou até, não tão especiais, vem um bando de "não faz nada", geralmente, familiares, condenar a internação.
Lógico que todo cuidador precisa de um descanso.
E de um grande descanso.