domingo, 22 de março de 2015

GENTE FINA É OUTRA COISA

Agora também deu-me para ter ataques de ansiedade.
Pensei que fosse o coração que não estava bem e fiz uma consulta e respectivos exames.
Felizmente a máquina está a funcionar bem, Mas estes picos de pânico estão a deixar-me maluca..Sinto-me esgotada, cansada, revoltada e sei lá que mais. A questionar tudo, o que fiz e o que devia ter feito. A achar que a minha vida está numa c***. E depois vejo que não tenho razão para me queixar e revolto-me por que eu não era assim. Eu sempre tive orgulho de seguir o que a minha mãe me ensinou "Para a frente é que é o caminho". E quando as coisas não corriam bem levantava a cabeça e ia em frente. E quase sempre resultava. Mas agora....Não quero aborrecer a minha filha com estas coisas. Sinto-me só. 
Tenho medicação mas é só em s.o.s. Não quero entupir-me de ansióliticos. Mas juro que vou fazer tudo para ultrapassar esta fase. Não tenho vida nem posso permitir-me estas luxos. Força de vontade precisa-se. 

3 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Montana, querida, isso só prova que és gente, com muita força, mas também com momentos de fraqueza. A teoria tu sabes toda. E realmente é assim, p'ra frente é que é o caminho! Mas, não esqueças que a tua vida levou uma volta e por muito supermulher que sejas, as fraquezas surgem.
E se falasses com um especialista na área das emoções e fizesses um pouco de psicoterapia? Parece-me que seria bem melhor que recorrer aos fármacos.
Se precisares de um ombro, de quem te escute, já sabes, estou aqui e podemos falar em privado, por mail!
Um grande beijinho da Nina

Crocheteando...momentos! disse...

Amiga também tenho momentos destes...questionando a vida que tenho aqui na aldeia...tão diferente da cidade...cuidando dos meus pais...com um estilo de vida bem diferente do que estava habituada!
Mas depois encontro forças na natureza que contemplo...nas noites estreladas...nos sorrisos e nos olhares...e tudo passa!
Encontre esse recarregar de emoções e sinta-se bem feliz!!!
Bj amigo

Liliane de Paula disse...

Montana, se vc pesquisar vai vê que estamos na idade de medos, de ansiedades, de depressões.
Não é fácil.
Mas é possível, seguir em frente.
O que mais sinto falta, é de quem me escute, sem fazer perguntas, sem passar adiante, o que me ouviu dizer.