domingo, 6 de setembro de 2009

DE REPENTE

De repente estava na praia.
De repente conseguia sentir o calor daquela
areia tão fininha a envolver-me o corpo.
De repente sentia o barulho das ondas a
quebrarem de mansinho e a agua a chegar-
me aos pés.
De repente era uma jovenzinha, despreocupada
e feliz.

3 comentários:

MARIINHA disse...

Bonito. Foi como se tivesses recuado us anos na tua vida. Como se estivesses na tua Ilha. Um beijo

Laura disse...

Isso quero eu sentir todos os dias, mas, é impossivel, esta vida troca-nos a vida, é o que é... mas,s ei o que são momentos de aconchego no mar, na ausência do tempo, na troca de pensares que me fizeram feliz, e, volto a esse tempo, simplesmente!...Um beijinho da laura.

Laura disse...

De repente
a felicidade chegou
e o mar partiu para longe
na saudade que de lá me levou!...

Beijinho meu, laura.